Com o mesmo nome da cidade onde é produzido, aproximadamente quarenta milhas ao aoeste de Guadalajara, no estado mexicano de Jalisco, Tequila é um destilado feito de suco cozinhado e fermentado do agave, uma planta mexicana com espinhos que se assemelha a um cacto.

Você sabia que…

1– Tequila pode ser produzida em apenas 5 estados mexicanos: Jalisco (o principal centro produtor), Nayarit, Michoacán, Guanajuato e Tamaulipas.

2– Um jimador é um habilidoso colhedor das plantas agave maduras. Eles usam “coas” extremamente afiadas para rapidamente descascar as folhas (pencas) e expor o centro da planta, a piña. É um trabalho muito exaustivo, mas quem olha um jimador em ação, pensa que é fácil, dado sua habilidade.
Sem contar que normalmente eles trabalham em um calor sufocante.

3– O destilado meio que existia antes da cidade Tequila nascer. No total, existem cerca de 20 destilarias em Tequila, por isso muitas vezes é perguntado quem veio primeiro: a cidade ou o destilado? De certa forma, o destilado, embora sem nome naquele tempo. A pequena cidade de tequila foi estabelecida na década de 1530 e, como a produção do destilado ainda sem nome começou a centrar-se em torno do vale, ele finalmente pegou o nome da cidade.

4– O vale de Tequila é listado pela UNESCO como Patrimônio Mundial da Humanidade.

5– Os mexicanos bebem um fermentado de agave, antes de ser destilado como tequila, conhecido como pulque. Consumido em pulquerias tradicionais, os habitantes apreciam esta bebida em uma variedade de sabores, incluindo abacaxi, limão, baunilha e goiaba. É encorpado, um pouco leitoso, ligeiramente efervescente e você precisa se acostumar para gostar. Mas muitos parecem apreciar seu sabor que lembra vinagre.

6– Assim como na Escócia, o México tem suas terras em planícies. Mas as terras baixas do México estão no alto, a 1.200 a 1.600 metros, e as montanhas são ainda mais altas, a 2.000 metros. O Agave crescido em Vale Tequila é menor e com teor de açúcar ligeiramente ao que é cultivado no solo vermelho das terras altas.

7– São 3 os processos usados para se produzir tequila:

Tradicional – usando um forno de alvenaria chamado “horno”, para cozinhar as piñas, que depois são trituradas por uma roda de pedra Tahona, fermentadas em um tanque aberto com fibras e destilada em alambiques de cobre.

Moderno – cozinhando as piñas em uma autoclave (basicamente uma enorme panela de pressão a vapor), em seguida são amassadas por um moinho de rolo, fermentadas em cubas de aço inoxidável e destiladas em alambiques de aço inoxidável.

Industrial – utilizando um difusor para extrair amido de agave crua e seguido de destilação fracionada.

8– Para ser chamado de “tequila”, uma garrafa precisa ter apenas 51% de agave, com equilíbrio conseguido a partir de fermentação de açúcar.

9– Segundo a International Wine & Spirit Research (IWSR), há um aumento significativo na procura de destilados premium e tequila 100% agave (destilado a partir de agave 100%) tornou-se o segmento de tequila com maior crescimento no Reino Unido e EUA.

10– Os 3 maiores mercados de tequila no mundo são México, os EUA e a Califórnia individualmente.

 

 

 

 

https://www.diffordsguide.com/pt-br/beer-wine-spirits/category/508/tequila

http://collinsbar.com.br/orcamento/