Francis Drake era um de um grupo de corsários patrocinados pela Rainha Elizabeth I da Inglaterra, criado para saquear as cidades espanholas do Novo Mundo e aproveitar as riquezas. Em 1586, ele lançou a âncora na costa cubana com uma carga de tesouros espanhóeis, que já era avaliada em duas vezes a renda anual da Rainha. O rei Felipe II da Espanha havia avisado seu governador em Cuba da aproximação de Drake e de suas intenções de levar o ouro asteca armazenado no tesouro real da cidade. Havana estava bem preparada. Mas, todos ficaram surpresos quando, após vários dias de espera, o capitão Drake partiu do porto mais rico das Índias Ocidentais depois de disparar apenas alguns tiros.

Drake deixou Havana e seu ouro intacto, mas sua visita foi um grande evento, algo talvez digno de dar nome a um drink. Conhecido como o Draque, Drak ou Drac, ele consistia de aguardiente (um destilado de cana que foi o percursor do rum), açúcar, limão e hortelã.

Alguns dizesm que a bebida não era originalmente cubana e foi inventada realmente a bordo do navio de Drake, que carregou hortelã para misturar com o destilado de cana, o açúcar e limão, para fazer uma bebida para aliviar febre e resfriados. O certo é que o Draque era bebido pelo seu valor medicinal. Durante uma das piores epidemias de cólera que atingiu Havana, o autor Ramon de Paula escreveu: “Todos os dias, às onde horas, eu consumo um pouco de Drake feito de aguardiente (destilado local) e estou indo muito bem”.

A bebida ficou assim até meados do século XIX. Então, ao mesmo tempo que que Don Facundo Bacardi Massó estava estabelecendo a Companhia Bacardi, a receita original para o Draque mudou. Como Frederick Villoch descreveu em 1940: “…quando o aguardiente foi substituído do rum, o Drake passou a ser chamdo de Mojito”.

No entando, alguns afirmam que o Mojito foi inventado depois que os americanos visitaram a próspera cultura de bar cubana, no período entre as Guerras e, especialmente durante a Lei Seca, introduziram aos habitantes o Mint Julep.

As origens do nome “Mojito” são igualmente nebulosas. Alguns dizem que vem de “mojar”, um verbo espanhol que sugere umidade. Outros dizem que vem da palavra africana “mojo”, que significa fazer um pequeno feitiço. De qualquer forma, o mais antigo coquetel de Cuba é soberbamente refrescante e é um dos mais vendidos do mundo.

 

https://www.diffordsguide.com/pt-br/encyclopedia/429/cocktails/mojito-cocktail